30 de junho de 2010

Adeus...


Não posso deixar a dor me vencer, mas vai ser difícil sem você.
vou ser forte como me ensinou
e viver cada dia da forma que me amou,
lembrar dos melhores momentos que vivemos
e colocar em prática tudo o que juntos aprendemos.
você sempre foi forte e eu também tentarei ser,
para não perder o caminho nem mudar de direção.
Sei que os anos passarão e saudade será lembrança
mas nunca me esquecerei do seu sorriso que iluminava minhas manhãs, das suas mãos que tocavam as minhas da forma mais intensa, das suas doces palavras que ensinavam, do seu abraço que me confortava, dos seus olhos que compreendiam, suas manias, seus passos que não deixavam eu me perder, seus sonhos que iam além do que você mesmo podia chegar, porque juntos nada era impossível... e hoje se fez real meu maior pesadelo de passar a viver dia após dia sem você, e sei que não vou conseguir parar de me perguntar porque você se foi...
Então me agarro na memória pra contar a nossa história
e te prometer que não vai ser impossível ser feliz sozinha.
e minhas palavras se enceram na partida, para que as leve como eu as guardo...
É tão difícil dizer adeus quando não se quer ir embora
não quero te deixar, mas preciso ir,
não sinta medo, porque eu sempre voltarei,
todos os dias pra ver como esta, e pra dizer como eu estou...
Eu te amo.
Adeus amor.

Joice Inácio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe algumas palavras aqui: