1 de julho de 2010

Palavras de um momento de dor.


Não tenho ninguém, sou uma pessoa só!, e a principio não me importava com isso, até cair ficha de que não esta mais aqui. Nem se quer imaginei que um dia você pudesse ir, sem despedida, sem perdão. Me lembro com clareza de seu coração puro, que me amou da forma mais linda, e única. Sinto sua falta!
Agora, aqui, tudo esta tão claro, além do brilho deste sol, outra tarde esta passando, não queria que o dia terminasse, não quero acordar denovo, olhar o lado vazio da cama, ninguém pra dar bom dia... E a vida tem passado assim, hoje tento encarar os dias do jeito que me amou. E nada me fará esquecer nunca, todos os beijos, todos os carinhos, os mais perfeitos momentos, suas palavras, os sorrisos, as brincadeiras... Há! Se ao menos eu pudesse te ver outra vez... dizer tudo que não deu tempo, beijar seus lábios da forma mais intensa e desejar que aquele momento fosse eterno, como tudo deveria ser...
Não iriei recomeçar outra vez, tudo ainda faz parte de nós dois, e não há mais nada aqui para ser vivido sozinha. Foi um grande, maravilhoso e intenso sonho que despertei, mas você continua dormindo, está em outro lugar, mas esta dormindo, eu sei que está eu posso ver seus olhos fechados, são minha última lembrança.
Você disse que eu precisava ser forte, e aprender a viver sem você, conhecer um outro alguém que me fizesse feliz, disse também que ele nunca seria como você e que eu não deveria ficar comparando, porque amor verdadeiro foi só você que me deu, você sorriu, segurou minha mão, e disse que nunca iria soltar, que eu o tinha feito o homem mais feliz do mundo e pediu que eu nunca te esquecesse, que te deixasse guardadinho num pedacinho da minha memória, e assim sempre estaria vivo dentro de mim, eu chorei, chorei e chorei, Eu te amo, o coração parou, olhos fechados não mais se abriram... E a vida deu por fim, o que foi pra sempre enquanto durou.
Tinhamos muito pra viver, tantos planos, tantos sonhos, e ficarão todos aqui, viveriamos felizes para sempre e fomos felizes enquanto vivemos...
Eu tentei com todas as forças dizer a mim mesma que
você se foi...
Mas embora você ainda esteja comigo
Eu tenho estado sozinha todo esse tempo”.


Trecho da história que criei.
Joice Inácio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe algumas palavras aqui: