2 de dezembro de 2010

Cansaço












Tão cansada, sem força,
como arde, como queima, como dói.
Tão machucada e arrependida
tão frágil e lamentável
sem pureza sem doçura
um outro eu sem mim.
Enquando engana a si mesma
fingindo que esta tudo bem. Mas sabe que não.
Agora uma dose de veneno ou um milagre
é o que pode fazer tudo mudar,
mas o sono não vem e não há veneno aqui.
Então só calmantes vão dizer, se amanhã será
como tudo deve ser.

Joice Inácio, 13 de Agosto de 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe algumas palavras aqui: