6 de fevereiro de 2011

Confere.


Tranco a porta duas vezes,
só para conferir,
corro ao redor do nada,
porque não há nada aqui.
Escrevo meus romances daqueles sem segunda chance
para um Final feliz.
E não sei porque eu fiz.
Fiz de tudo sem querer um abismo
e me atiraram nele.
Fiz dos menores o maior possível, mas impossível de me amar.
Fiz das palavras, bobagens, que nem eu merecia ouvir.
E não sei porque eu fiz. Porque fizeram?
eu não entendo, e continuo a andar por aqui...
Até parar de trancar a porta duas vezes,
Só para conferir.

Joice Inácio, 20 de Dezembro de 2010 e 27 de Janeiro de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe algumas palavras aqui: